Programação... em JaneiroProgramação... em Janeiro

Conheça os eventos programados pelas BLX! Se desejar pode seleccionar uma BLX e/ou um ou mais tipos de público.

Não se esqueça de consultar também a nossa programação extra calendário!


Escolas

Crianças

Jovens

Adultos

Famílias

Seniores

Todos



Exposição itinerante do Museu de História Natural e da Ciência para Todos
Jogos matemáticos através dos tempos


 A exposição Jogos Matemáticos através dos Tempos apresenta ao público 11 painéis dos jogos de tabuleiro mais antigos que se conhecem.

Stomachion (séc. III a.C.)
Pentalfa (séc. IV a.C.)
Ludus Regularis (séc. X)
Rithmomachia (séc. XI)
Ludus Astronomorum (séc. XIII)
Ludus Globi (séc. XV)
Metromachia (séc. XVI)
Ouranomachia (séc. XVI)
Icosiano, duas versões (séc. XIX)
Hex (séc. XX)

Alguns desses jogos só existem em manuscritos antigos e foram construídos pela primeira vez para esta exposição. Cada um dos jogos é individualmente explicado, tanto do ponto de vista das regras como no que diz respeito ao contexto histórico e social em que se inserem.
 
Além de objetos extremamente atraentes do ponto de vista estético, os jogos cristalizam muito da ciência coeva, nomeadamente, da astronomia e da matemática. Constituem, assim, um excelente ponto de partida para a abordagem de conceitos científicos no seu contexto histórico, contribuindo para a sensibilização da matemática. São desafios entusiasmantes que os visitantes podem manipular, ao mesmo tempo que aprendem um conjunto de regras, representativo de uma tradição cultural milenar da humanidade, enraizada em ideias de estratégia, antecipação e raciocínio.
 
A exposição resulta do trabalho de investigação do historiador e divulgador de Matemática Jorge Nuno Silva e foi realizada em conjunto pelo Museu Nacional de História Natural e Ciência e a Sociedade Portuguesa de Matemática e a Associação LUDUS.

Texto retirado do site do MNHNC : www.museus.ulisboa.pt/pt-pt/jogos-matematicos-atraves-dos-tempos

todos

Biblioteca de Marvila
Data: 2017-11-15 até 2018-01-02
Contactos: Tel.: 218 173 000
bib.marvila@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada livre.



Destaque de Coleção para Todos
«Histórias de Natal»


Destaque de coleção com histórias de natal e ideias para prendinhas .

todos

Biblioteca de Belém
Data: 2017-12-04 até 2018-01-05
Contactos:  Tel.: 218 172 580
bib.belem@cm-lisboa.pt



Exposição para Todos
Soares Branco - escultura e desenho


Escultura e desenhos de Soares Branco, um dos artistas históricos dos ateliers municipais.

Composta por um conjunto de 23 obras, nomeadamente desenhos e 3 peças escultóricas, os desenhos, na sua maioria aguarelas, têm como referência Lisboa, com algumas vistas executadas a partir da janela de sua casa, e Nova Iorque, essencialmente com temas de paisagem urbana, espaços arquitetónicos e cenas do quotidiano. Já as esculturas Camões, Soldado do comando e Miklos Fehér, são maquetas de simbólicas homenagens. Um vídeo, elucidativo do percurso e da obra do artista, completará a mostra.

O escultor Soares Branco, nascido em Lisboa em 1925, formou-se na Escola de Belas Artes de Lisboa em 1953, onde veio a ser professor durante mais de 30 anos. Artista de referência nacional no âmbito da escultura é um dos pioneiros dos ateliês dos Coruchéus que contam mais de 40 anos de existência, acolhendo artistas e contribuindo para o desenvolvimento das suas carreiras.
Ao longo da sua carreira o mestre Soares Branco dedicou-se à escultura, com destaque para o espaço público, e à medalhística, sendo da sua autoria algumas das obras situadas em Lisboa, como a estátua de Santo António, a “Águia do Benfica” do Estádio da Luz ou o monumento à Travessia Aérea do Atlântico Sul.
Foi à vila de Mafra, onde se encontram algumas das mais notáveis obras de escultura pública da sua autoria, como o Monumento do Soldado Infante, que o escultor doou grande parte do seu espólio, à guarda da Câmara Municipal de Mafra.
A cortesia da Câmara Municipal de Mafra permitiu realizar esta pequena mostra de desenho e escultura na biblioteca dos Coruchéus, chamando assim a atenção, em particular das gerações mais novas, para este grande escultor português que residiu artisticamente nos Coruchéus.
Esta iniciativa integra-se no projeto de dinamização dos ateliês municipais, divulgando e promovendo o capital artístico residente, designadamente no complexo dos Coruchéus, da responsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa.

Visitas orientadas à exposição (gratuitas), por marcação prévia, através do e-mail dmc.dac@cm-lisboa.pt ou do telefone 218170900.

todos

Biblioteca dos Coruchéus
Data: 2017-12-07 até 2018-01-10
Contactos: Tel.: 218 172 049
bib.corucheus@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada livre.



para Todos
Troca Letras

Traga um livro e leve outro à sua escolha.

todos

Biblioteca Orlando Ribeiro
Data: 2017-12-26 até 2018-01-02
Contactos: Tel: 218 172 660
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada livre.



para Crianças
Os três reis do Oriente de Sophia de Mello Breyner


A Biblioteca Maria Keil dinamiza 2 sessões da hora do conto com uma história alusiva ao Dia de Reis.

crianca

Biblioteca Maria Keil
Data: 2018-01-03 às 10:30
Contactos: Tel.: 21 758 92 80
bib.mkeil@jf-lumiar.pt
Observações: Entrada livre.



para Adultos
Comunidade de Leitores


Venha conversar descontraidamente sobre livros, autores e temas variados da literatura portuguesa e internacional. Quer tenha lido ou não, quer tenha gostado ou não, queremos ouvir as suas opiniões e sugestões sobre a sugestão literária do mês.

3 janeiro: Uma Abelha na Chuva, Carlos de Oliveira

adulto

Biblioteca Penha de França
Data: 2018-01-03 às 17:30
Contactos: Tel.: 218 172 410
bib.pfranca@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia numa das BLX.



para Crianças
Os três reis do Oriente de Sophia de Mello Breyner

A Biblioteca Maria Keil dinamiza 2 sessões da hora do conto com uma história alusiva ao Dia de Reis.

crianca

Biblioteca Maria Keil
Data: 2018-01-05 às 10:30
Contactos: Tel.: 21 758 92 80
bib.mkeil@jf-lumiar.pt
Observações: Entrada livre.



para Escolas
Crescendo entre canções


às 11H00 e às 14H30
9, 16 e 23 jan 2018

Oficina musical pelo Serviço de Fonoteca com o apoio de Hugo Barata no âmbito da Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura.

Crescer é uma aventura desde o início da vida: há muita coisa para aprender, descobrir, ultrapassar. Quase como se de uma corrida de obstáculos se tratasse.
As canções, essas são a forma mais especial de transmitir o que sentimos ao crescer. Desde pequenos, vamos crescendo entre canções. A viagem que aqui propomos, conduzida por músicas portuguesas e brasileiras, é disso exemplo.

Nº Máximo crianças: 30

escolas

Biblioteca Orlando Ribeiro
Local: Auditório
Data: 2018-01-09 às 11:00
Contactos: Tel: 218 172 660
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia numa das BLX.



para Familias
Histórias para Brincar - com Marta Horta


PARA FAMÍLIAS com crianças até aos 4 anos

"O novelo da Massinhas" - Texto: Sheryl Webster - Ilustração: Caroline Pedler

A sessão é composta por dois momentos: A leitura da história e a atividade sensorial, que tem por objetivo o desenvolvimento das crianças e o envolvimento dos pais, nomeadamente de como eles podem estimular as suas crianças com os materiais usados em atividade.

familia

Biblioteca David Mourão-Ferreira
Data: 2018-01-13 às 10:30
Contactos: Tel.: 210 311 710
bib.dmferreira@jf-parquedasnacoes.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia na biblioteca.



para Escolas
Crescendo entre canções


às 11H00 e às 14H30
9, 16 e 23 jan 2018

Oficina musical pelo Serviço de Fonoteca com o apoio de Hugo Barata no âmbito da Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura.

Crescer é uma aventura desde o início da vida: há muita coisa para aprender, descobrir, ultrapassar. Quase como se de uma corrida de obstáculos se tratasse.
As canções, essas são a forma mais especial de transmitir o que sentimos ao crescer. Desde pequenos, vamos crescendo entre canções. A viagem que aqui propomos, conduzida por músicas portuguesas e brasileiras, é disso exemplo.

Nº Máximo crianças: 30

escolas

Biblioteca Orlando Ribeiro
Local: Auditório
Data: 2018-01-16 às 11:00
Contactos: Tel: 218 172 660
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt



para Escolas
Crescendo entre canções

às 11H00 e às 14H30

Oficina musical pelo Serviço de Fonoteca com o apoio de Hugo Barata no âmbito da Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura.

Crescer é uma aventura desde o início da vida: há muita coisa para aprender, descobrir, ultrapassar. Quase como se de uma corrida de obstáculos se tratasse.
As canções, essas são a forma mais especial de transmitir o que sentimos ao crescer. Desde pequenos, vamos crescendo entre canções. A viagem que aqui propomos, conduzida por músicas portuguesas e brasileiras, é disso exemplo.

Nº Máximo crianças: 30

escolas

Biblioteca Orlando Ribeiro
Local: Auditório
Data: 2018-01-23 às 11:00
Contactos: Tel: 218 172 660
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia numa das BLX.



Oficina para Familias
Truz Truz…uma História, muitas Danças!


PARA FAMÍLIAS com crianças dos 4 aos 18 anos

Oficinas de Movimento
Espelho Meu! Espelho Teu!

Oficinas  de Movimento com a duração de 50 min, dirigidas a famílias com crianças entre os 4-18 anos, e que têm como objetivo promover o vínculo afetivo e a interação lúdica da criança com a figura parental.

familia

Biblioteca David Mourão-Ferreira
Data: 2018-01-27 às 10:30
Contactos: Tel.: 210 311 710
bib.dmferreira@jf-parquedasnacoes.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia na biblioteca.



para Todos
Troca Letras


Traga um livro e leve outro à sua escolha.

todos

Biblioteca Orlando Ribeiro
Data: 2018-01-29 até 2018-02-05
Contactos: Tel: 218 172 660
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada livre.



para Adultos
Comunidade de Leitores

Sobre o livro: A Geração da Utopia (1992), de Pepetela (pseudónimo de Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, Benguela, Angola,1941-).

Moderação: Maria Helena Roldão.
Oradores: Lurdes Esteves e José Esteves (militar no fim da Guerra Colonial portuguesa).

A Geração da Utopia é um testemunho de desencanto que, sem ser um livro de história ou uma autobiografia, acompanha 4 momentos da história de Angola através das histórias distintas de 4 personagens nascidas em Angola: Sara, Malongo, Aníbal e Vítor, que sonham com o seu “país” independente.

Tudo começa na “Casa” dos Estudantes do Império e no meio académico de Lisboa em 1961, e termina em 1992, quando o romance é publicado.
A Geração da Utopia é uma obra de referência, por ser um retrato fiel de muitas histórias de revolução e guerras ideológicas dos anos 60 que, aos poucos, distanciam-se dos objetivos iniciais, e desdizem o ideário socialista.
adulto

Hemeroteca Municipal
Data: 2018-01-30 às 17:30
Contactos: Tel.: 218 172 430
hemeroteca@cm-lisboa.pt
Observações: Entrada gratuita, mediante inscrição prévia numa das BLX.


retroceder imprimir página guardar página enviar endereço