Bibliotecas Municipais de Lisboa
Rede BLXServiçosCatálogoColeçõesPontes de LeituraVidas e Memórias do Bairro
Home
... em Dezembro

S T Q Q S S D
 
 
 
 
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
< >
Lista de Distribuição
Notícias BLX
Facebook Twitter YouTube Pinterest Google+ Google Maps Flickr
  Pesquisa no sítio Perguntas Frequentes Pesquisa no google Ajuda
Início  » Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa » Arquivo de Iniciativas da Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa » Novo edifício da Biblioteca Central e Arquivo Municipal de Lisboa » Texto do Consórcio para a construção da BCAML
Texto do Consórcio para a construção da BCAML

O Vale de Santo António constituía uma das últimas áreas degradadas da cidade de Lisboa, ocupada por barracas e edificações precárias. A Câmara Municipal de Lisboa e a EPUL E.M., durante a última década procederam ao realojamento das populações em novos edifícios construídos na zona, e à demolição das barracas e construções precárias existentes.

Para proceder à reabilitação urbana e social do Vale de Santo António, a EPUL E.M. concebeu um Plano de Urbanização cujo principal motor de desenvolvimento consiste na interacção da cultura com a sociedade civil. Assim, no centro do Plano de Urbanização do Vale de Santo António deu-se corpo ao projecto da BCAML, em íntima articulação com um Centro Cívico constituído por uma vasta área destinada à actividade terciária e habitacional, enquadrada por extensas zonas verdes, constituindo o núcleo central e motor de desenvolvimento de todo o Plano de Urbanização do Vale de Santo António.

Para garantir uma coordenação eficaz entre o desenvolvimento do projecto e construção da BCAML, o Centro Cívico, e o resto do Plano, a Câmara Municipal de Lisboa constituiu um consórcio com a EPUL E.M. a qual assegurará a gestão, execução e fiscalização deste projecto, de forma articulada com o projecto do Centro Cívico e Plano de Urbanização do Vale de Santo António. A obra de construção da BCAML vai desenvolver-se em duas fases; A primeira fase, que se inicia no dia 08/08/2005 corresponde à escavação e contenção periférica, e estará terminada em 08/06/2006. A segunda fase que corresponde à construção do edifício propriamente dito, será colocada a concurso público em Janeiro de 2006, devendo a obra iniciar-se em 09/06/2006, estando concluída no final do ano de 2008.


retroceder imprimir página guardar página enviar endereço


 
Reabertura da Biblioteca Palácio Galveias
Copyright CML/DBAMapa do sítioPolítica de PrivacidadeSugira este SítioAdicione aos FavoritosSugestõesseara.com