Bibliotecas Municipais de Lisboa
Rede BLXServiçosCatálogoColeçõesPontes de LeituraVidas e Memórias do Bairro
Home
... em Dezembro

S T Q Q S S D
 
 
 
 
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
< >
Lista de Distribuição
Notícias BLX
Facebook Twitter YouTube Pinterest Google+ Google Maps Flickr
  Pesquisa no sítio Perguntas Frequentes Pesquisa no google Ajuda
Início  » Exposições  » Raridades Bibliográficas » Livro Antigo. Sala do Arquivo - Paços do Concelho
Livro Antigo. Sala do Arquivo - Paços do Concelho

A colecção de livro antigo da Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa é constituída por cerca de 15 mil espécies bibliográficas de tipografia portuguesa e estrangeira impressas entre os séculos XV e XVIII, sendo a obra mais antiga um incunábulo publicado em Basileia, em 1482.

A formação do fundo, maioritariamente de temática religiosa, teve a sua origem em inícios da década de trinta do século XX, na sequência da incorporação de parte do espólio bibliográfico das extintas congregações religiosas e da oferta de duplicados por parte da Biblioteca Nacional de Lisboa.

Composta por espécies de relevante interesse bibliográfico, histórico e cultural, a colecção está actualmente instalada na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho e encontra-se em fase de tratamento técnico.


Capa

12.
BUSTI, Bernardino de, ?-ca 1500, O.F.M.
Rosarium sermonum predicabilium: ad faciliorem predicantium co[m]moditate[m] nouiter compilatu[m]. In quo q[ui]cquid preclaru[m] et utile in cu[n]ctis sermonariis usq[ue] in hodiernu[m] editis co[n]tinetur hic ingeniose enucleatu[m] atque solerti cura collectum invenies. Pars prima Rosarii. – Imp[re]ssa Lugduni : expe[n]sis et su[m]ma cura p[ro]bi viri M. Johãnis Cleyn..., 1502. – [30], CCLX f. ; 2º (21 cm). – CCBE s. XVI B 912. – Baudrier XII 274. – BnP ncb 498404. – ES-CCPB000368551. – FR CCFR-D-5212, Tolbiac. – IT\ICCU\BVEE\014941. – UK Copac Full Records Birmingham. – Autor tirado das f. preliminares e colofão. - Elementos do pé-de-imprensa tirados do colofão. – Caracteres góticos. – Texto a 2 coln. - Marca do impr. a vermelho, no colofão. - Assin.: A2/1-4//8, A2/5-8//8, A2/9-12//8, A2/13-15//6, a-z//8, A37//8, A38//8, A39//8, A-F//8, G//4.

Folhas soltas, manchadas e perfuradas, atingindo a mancha. – Enc. solta, esfolada e perfurada. – Notas marginais manuscritas e sublinhados. – Pert.: "Bibliotheca Nacional de Lisboa" (car.), "Este livro he do uso di Frey Filipe di Jhu que lhe deu o padr. Frey Rodrigo de Figueira. 8 de Março de 1591", “Este liuro pertence ao uso de Frej Johã de Sã Pedro” (ms).

RES-F-XVI-50

O Rosarium sermonum predicabilium é a segunda obra mais antiga pertencente à Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa. Trata-se de um pós-incunábulo de tipografia francesa, da autoria do padre franciscano Bernardino de Busti, impresso em 1502, em Lyon, um dos maiores centros europeus de produção tipográfica neste período. Foi estampado nos prelos de Jean Clein, tipógrafo activo naquela cidade entre finais do século XV e as primeiras décadas da centúria seguinte.


13.
BRAGA. Arquidiocese. Concílio Provincial, 4, 1566
Concilium Prouinciale Braccaren. IIII Pontificatus Sãctiss. D. N. Pij. V. anno 2. Regni vero potentiss. pijssimq`; regis nostri Sebastiani huius nõis primi anno, I0. praesidente... fratre Bartholomaeo à Martyribus Archiepõ & Dño Braccaren. – Braccarae : Apud Antoni[um] à Maris Typographum Revere[n]diss[imi] D. Archiepi[m] Hispaniu[m] Primatis, 1567. – [15], [1 br.], 128 f. ; 8º (15 cm). – Anselmo 848. – D. Manuel 342. – BnP-XVI-95. – Na p. de tít., as insígnias de Frei Bartolomeu dos Mártires. – Na p. de tít.: "Taxado em papel à cincoenta re[i]s". – Capitais iniciais floreadas. – Capital da f. [1] : "D" com as armas de Frei Bartolomeu dos Mártires, arcebispo de Braga. –Assin.: A2//8, A-R//8.

Folhas manchadas e perfuradas atingindo o texto, encadernação rasgada. – Faltam a "Provisão e as Annotationes". – Pert.: "Da Congreg do Porto", “he de Luis afonso” (ms), "Arquivo das Congregações. Lisboa" e "Ex libris Vieira Pinto" (car.). – Encadernação em pergaminho da época.

RES-P-XVI-1

O Concilium Prouinciale Braccaren. IIII é uma das obras impressas em Portugal mais antigas da Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa. Publicada em latim, em 1567, apresenta as conclusões do IV Concílio Provincial de Braga, realizado no ano anterior e presidido pelo arcebispo de Braga, D. Frei Bartolomeu dos Mártires. Foi impressa naquela cidade na oficina de António de Mariz, à época impressor do arcebispo e um dos tipógrafos portugueses mais activos do século XVI.



 

Capa
Capa

14.
BLUTEAU, Rafael, 1638-1734, C.R.
Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... / pelo padre D. Raphael Bluteau. – Coimbra : no Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712-1728. – 8 vol. ; 2o (29 cm). – Inocêncio 7, 42. – Oxford University (HPB). – Azevedo Samodães 1, no 427. – Yale University Library (HPB). – BN - Caminhos do Português p. 105. – NUC NB 0567376. – BM 22, 57. – Brunet 1, 367. – Wellcome Library (HPB). – Sob o pé-de-imprensa: “Com todas as licenças necessarias”. – P. de tít. a vermelho e negro. – Cabeções e capitais iniciais ornamentadas. – Texto a 2 coln. – 1.º v.: [114], 698 p. – 2.º v.: [2], 216, 654 p. – 3.º v.: Coimbra: no Real Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713. – [12], 319, 407 p. – 4.º v.: Coimbra: no Real Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713. – [12], 243, 164, 237 p. – 5.º v.: Lisboa: na Officina de Pascoal da Sylva, 1716. – [28], 778 p. – 6.º v.: Lisboa: na Officina de Pascoal da Sylva, 1720. – [8], 839 p. – 7.º v.: [4], 824 p. – 8.º v.: Lisboa: na Officina de Pascoal da Sylva, 1721. – [12], 652, [4] p.

1.º v.: Folhas perfuradas. – Pert. “Archyvo da Camara Municipal de Lisboa” (car.). – Encadernação em pele com ferros gravados a ouro na lombada.

RES-P-XVIII-18

O Vocabulario portuguez e latino, da autoria do padre teatino francês Rafael Bluteau, constitui um marco de singular importância na história da lexicografia portuguesa. É composto por oito volumes de carácter enciclopédico, impressos com o patrocínio régio, ao longo de nove anos, entre 1712 e 1721, e por dois suplementos, publicados em 1727 e 1728. Apesar de bilingue, o dicionário apresenta, para cada vocábulo, antes do equivalente latino, a sua definição em português. É, por isso, considerado o primeiro dicionário da língua portuguesa.


 

15.
PERIER, Alexandre, 1651-1730, S.J
Desengano dos peccadores, necessario a todo genero de pessoas, utilissimo aos missionarios, e aos prégadores desenganados, que só desejaõ a salvaçaõ das Almas... / escrito pelo R.P. Alexandre Perier da Companhia de Jesus, e Missionario da Provincia do Brasil. – Accrescentado com huma addiçam de hum caso horrivel nesta terceira impressaõ / por Lourenço Morganti... – Lisboa Occidental : na Officina de Antonio Pedroso Galram, 1735. – [26], 460 p. ; 4º (20 cm). – Inocêncio 1, 39. – Misericórdia de Lisboa. Séc. XVIII : tip. port. 795. – Monteverde 4114. – Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. 2, 660. – Sob o pé-de-imprensa: "Com as licenças necessarias, e Privilegio Real.". – P. de tít. a negro e vermelho. – Marca do impressor na p. 308. – Gravuras calc. de Debrie, subscr. “G.F.L. Debrie dir. et sculp. 1735”, de Vieira Lusitano, assin. “F. VI. LUSIT. INV. F.” e de J. Matheo, subscr. “J.s Matheo sculp.”. – Assin.: A3//4, **-***//4, []//1, A-Z//8, Aa-Ee//8, Ff//6.

Folhas perfuradas e manchadas. – Pert. “Bibliotheca Nacional de Lisboa” (car.), “... Maria da Conceição de Jesus” (ms). – Encadernação em pele com ferros gravados a ouro na lombada.

RES-P-XVIII-19

O Desengano dos Peccadores do jesuíta Alexandre Perier é, segundo Ernesto Soares, uma obra de grande raridade no mercado. Abundantemente ilustrada, é constituída por uma estampa desenhada por Vieira Lusitano e por dezasseis calcogravuras alegóricas, quatro das quais assinadas por Debrie e três por J. Matheo. As gravuras, de carácter monstruoso, ilustram os diversos tormentos e castigos descritos pelo autor ao longo do texto, como o tormento do cárcere do inferno, dos soberbos e presumidos, dos avarentos, dos luxuriosos, dos tiranos e vingativos, da eternidade. Em 1771, um edital da Real Mesa Censória determinou a supressão da obra, não só pelos erros teológicos que continha, como também pelas “ridículas estampas” que a integravam.


Capa
Capa

16.
COLECÇÃO UNIVERSAL DAS BULAS, EDITAIS, PASTORAIS...
Collecçaõ universal das bullas, editaes, pastoraes, cartas, dissertações, apologias, e tudo o mais, que atégora se tem escrito, e divulgado, e mais se póde desejar, para inteira, e individual noticia do insólito, e pernicioso erro da fracçaõ do sigillo sacramental; e das contendas, que a este mesmo respeito tem havido sobre o ponto da jurisdicaçaõ entre o sempre respeitavel Tribunal do Santo Officio, e alguns dos Senhores Ordinarios do Reyno de Portugal. – Madrid : Na Offic. dos Herd. de Francisco del Hierro, 1747. – 3 vol. ; 4º (21 cm).

3.º v.: Folhas perfuradas e manchadas. – Encadernação em pele com ferros gravados a ouro na lombada.

RES-P-XVIII-20

A Collecçaõ universal das bullas, editaes, pastoraes é uma das edições clandestinas que foram publicadas em Portugal nos anos 1746 e 1747, originadas pela polémica questão do sigilismo, que constituiu um marco na história religiosa portuguesa setecentista. De autoria anónima, a obra apresenta no pé-de-imprensa uma falsa indicação do local de impressão e da identidade do impressor: “Madrid: Na Offic. dos Herd. de Francisco del Hierro”. Foi sob esta fausse-adresse que se escondeu, na verdade, o verdadeiro impressor, Miguel Rodrigues, um dos mestres da clandestinidade editorial em Lisboa no século XVIII.




Início

Reservados Biblioteca Municipal Central

Fundo Histórico Hemeroteca Municipal de Lisboa

Livro Antigo. Sala do Arquivo - Paços do Concelho

Doação Padre Ruela Pombo - Biblioteca Municipal de São Lázaro

"Biblioteca Dulce Ferrão" - Biblioteca-Museu República e Resistência/
Espaço Cidade Universitária

Colecção Livro Infantil - Biblioteca Municipal de São Lázaro



retroceder imprimir página guardar página enviar endereço


 
Rota de Contadores_dez2017
Copyright CML/DBAMapa do sítioPolítica de PrivacidadeSugira este SítioAdicione aos FavoritosSugestõesseara.com