Skip to content Skip to footer

A casa da loggia

Coruchéus: remates de pedra ou madeira, geralmente com formato piramidal; também o nome da biblioteca com a varanda mais charmosa da rede BLX.

O Palacete dos Coruchéus foi, na sua origem, algures no séc. XVIII, um edifício de apoio da então Quinta dos Coruchéus. Do edifício original, mantém-se a varanda com loggia, tão procurada para leituras tranquilas nas tardes de primavera.

Originalmente na posse da família Velho de Moscoso, ligada à produção do vinho Alvarinho, teve vários donos e inquilinos, sendo uma das mais conhecidas a atriz Maria das Neves, famosa pelo seu papel de D. Rosa no filme “O Pátio das Cantigas”.

Já serviu como armazém dos fatos e adereços do Cortejo Histórico de 1947 e foi também biblioteca especializada em arte e galeria, integrada no complexo de ateliês municipais, do qual também faz parte a Galeria Quadrum.

O jardim circundante tem uma forte relação com o movimento punk/rock, em particular com a figura carismática de João Ribas, tendo sido talvez o berço de bandas como os Ku de Judas, Censurados ou Tara Perdida.  Em 2018, foi imortalizada esta ligação do jardim ao João, num moral da autoria de João Morais (O Gajo).

Como Biblioteca , inaugurou a 23 de abril de 2013 e com a sua equipa jovem e dedicada, as suas três grandes lareiras, um sótão delicioso e a sua luz fabulosa, esta biblioteca foi de imediato adotada pela sua comunidade como local de encontro, lazer e aprendizagem.

Quer sabe mais? Fale connosco!

Serviços em Destaque

Galeria de Fotos

Localização

Contactos

Como Chegar

  •   Autocarros: 206 / 727 / 735 / 767
  •   Metro: Alvalade

Horário desta semana

Próximas Atividades

Biblioteca em Números